Aprenda tudo sobre tags em 5 passos

Você já pegou um livro, daqueles bem grandes, que tem um índice com os capítulos no começo, e outro muito maior no fim? Tags!

Nesse ano o blogger adicionou uma nova função ao sistema, que são as tags. Desconhecida para a maioria dos blogueiros amadores, as tais tags são uma ferramenta vital para os blogs mais profissionais. Se você surfa na web, já se deparou com o sistema. Mas as tags não são só úteis para quem faz do blog uma espécie de profissão. Saber usar as tags corretamente ajuda qualquer um que goste de publicar texto, foto ou o que quer que seja na web. Além disso, as tags também ajudam os sistemas de publicidade, como o Google Ads, a colocar anúncios mais relevantes na sua página. Se você quer ganhar dinheiro com um blog, ou simplesmente quer ser lido por mais pessoas, é bom ler o texto com atenção.

1 - O que são tags?

Você já pegou um livro, daqueles bem grandes, que tem um índice com os capítulos no começo, e outro muito maior no fim? Um índice muito louco que lista todos as pessoas citadas no livro, datas, ideologias, passagens e assuntos? Deve lembrar do nome disso: índice onomástico. Um nome complicado para uma coisa simples. Como já disse, é uma lista alfabética que organiza os diversos assuntos da obra. O que você são sabe é que cada assunto na lista, na verdade, é uma tag.

Quase sempre cada termo desse índice aparece assim:

Dom João VI, pág. 14, 54,75, 245, 567,980.

Enfermaria, pág. 43, 73, 145.

Futebol, pág 11, 45, 76, 123, 253, 465, 923.

Lins, Ivan: pág 45, 73, 94, 56, 167.

Com isso, você sabe que o Dom João Vi aparece nas páginas 14, 54, por exemplo. Fica fácil para o leitor achar a informação que ele procura.

Você nunca se deparou com a seguinte situação: lembra de um texto no site, escrito há tempos, mas quer ler o dito cujo novamente para lembrar um nome que apareceu no texto? E se você não sabe o tal nome, vai procurar no site como? Entretanto, se o assunto for herbografia e tiver um arquivo de tags, você acha muito fácil.

2 - Qual a serventia das tags?

Facilitar o acesso à informação. Simples, né? Se você coloca tags em todos os seus textos, é rápido para o leitor achar o que quer. E se o leitor sempre achar o que procura, ele voltará mais vezes. Isso é bom para o seu blog, não é? No site, o sistema funciona igual ao índice do livro, com o adicional de não apenas mostrar o número da página, mas colocar os links dos seus textos.

Além disso, com o tempo, seu arquivo de tags pode representar a personalidade do seu blog. Um arquivo de tags pode dizer muito sobre as intenções do autor e sobre o seu site. Algumas pessoas escrevem a esmo, sem nunca saberem direito qual é a cara do blog, nem poderem explicar. As tags matam a curiosidade tanto do leitor, quanto do escritor. Mas, principalmente, organizam a informação e facilitam o acesso à ela.

3 - Quais os benefícios para mim, além do arquivo bonitinho, caso eu adote as tais tags?

Muitos. A primeira é o Google. Ele usa o sistema de tags para catalogar todos os sites da internet. Se o seu site tem um bom sistema de tags, e você sabe colocar as tags relevantes sobre o assunto do seu texto, o Google vai atribuir mais importância ao seu site. É claro que esse não é o único fator de análise do Google, mas tem muito peso.

Os blogs americanos se beneficiam das tags no Technorati. Este é um site de indexação de blogs. É como um termômetro da blogosfera. Quando alguém quer saber mais sobre um assunto, digamos web 2.0 (que está na moda), ele pode usar a ferramenta de busca do Technorati para achar textos que tratem sobre isso. A vantagem de um bom sistema de tags é atrair mais leitores e, ainda mais importante, é atrair os leitores para o texto certo. Não adianta nada a pessoa chegar no seu site e dar de cara com um assunto que ele não quer, só porque no meio tem uma expressão que ele procurava. Com as tags, você pode dizer exatamente sobre o quê seu texto trata. Esses falsos positivos (pensar que o texto trata sobre um assunto mas não trata) diminuem e o número de leitores do seu site tendem a aumentar.

No Brasil é o site BlogBlogs que faz essa indexação dos blogs. Ele também usa as tags para catalogar os textos dos blogs brasileiros. Se você usa as tags, seu site provavelmente será mais relevante do que outro que não as usa.

E por último, os anúncios do site. Para quem quer ganhar dinheiro com seu blog, é obrigação usar bem o sistema de tags. Você escreve um texto sobre um livro de religião, por exemplo. Você não quer um anúncio de jardinagem nessa página, quer? O Google Ads também utiliza as tags para definir os anúncios do seu site. Quanto mais relevantes as tags forem para o seu texto, mas relevantes os anúncios serão também.

4 - Como eu coloco as tags no meu texto?

Ainda bem que os sistemas de blogs ajudam o usuário a fazer isso, ou eu teria que dar uma aula de edição de templates. Vou tratar da publicação de tags no blogger e no Wordpress.

Para os usuários do blogger é mais fácil. Primeiro, você tem que fazer a mudança para o novo sistema, o tal Novo Blogger. Depois disso, ao abrir a janela “escrever”, você verá os campos para colocar o título, a janela de edição do texto do post e, logo em baixo um formulário chamado Marcadores para esta postagem.

Marcadores é a tradução que o Blogger deu para as tags. Nesse espaço, coloque as tags que identificam os assuntos tratados pelo seu texto (para descobrir como definir quais tags colocar, continue a ler o artigo). Lembre-se sempre de separar as palavras com uma vírgula entre elas. Se quiser, clique em mostrar tudo para ver as tags que você já usou em outro texto. Se alguma delas for relevante para o seu novo post, basta clicar para incluí-la.

E é só. Não precisa se preocupar em colocar as tags em ordem alfabética. O sistema cuida disso.

No wordpress fica mais difícil. Primeiro, você precisa instalar o UTW, um plugin para tags, já que o sistema não suporta tags de antemão. Depois vá em opções»tags e configure as opções. Depois disso fica igual ao blogger. Abaixo da janela do texto, quando você está escrevendo um novo post, aparece o campo para incluir as tags. Separe as palavras com uma vírgula entre elas e pronto. Qualquer dúvida, leia a documentação do UTW.

5 - Como escolho as tags do post? Não tem um programa para fazer isso por mim?

Pare de ser preguiçoso. Você dispensa um tempão para escrever um texto e não pode usar dois minutos para definir as tags? Deixa disso.

Primeiro, você precisa entender como os computadores fazem um índice e por que usar ferramentas automáticas é ruim. Por não ser dotado de raciocínio, qualquer ferramenta automática de índice vai indexar somente os símbolos mais relevantes. Por símbolo, entenda palavra. Para um computador, a palavra é um aglomeração de letras. Nenhum programa entende o contexto. Por exemplo, você escreveu a palavra Dutra no texto. Um computador acha essa palavra, mas não tem a menor idéia se ela significa o Presidente Eurico Gaspar Dutra, a Rodovia Presidente Dutra ou a Cidade Presidente Dutra (a da Bahia ou a do Maranhão - existem duas).

Dito isso, você já deve ter percebido que as tags servem para dar um índice mais relevante sobre o assunto tratado no post. Algo só feito por um ser humano. Só existe um tipo de conselho a ser dado para achar as tags certa para cada texto:

Leia o post de novo!

Parece ridículo, mas é isso que você deve fazer. Releia o texto. Assim você saberá quais palavras ou expressões são válidas em cada caso. Nunca use frase nas tags, só palavras ou expressões. Por exemplo, seu eu tiver escrito um texto para a Faculdade Z analisando um suposto desperdício de recursos na duplicação da Via Dutra pelo governo XX, minhas tags poderiam ser as seguintes:

Via Dutra, Análise Econômica, Recursos Públicos, Obras Públicas, Governo XX, Execução de Obras, Ineficiência Estatal, Faculdade Z.

Notou que eu não coloquei só “análise”, mas “análise econômica”? Quanto mais específico, melhor. E não se esqueça: use quantas tags achar necessário. Se você acha que uma tag basta para determinado post, tudo bem. Mas se acha necessário 20 tags para outro, coloque as 20. Não economize.

Lembre-se sempre de achar termos relevantes, e não só listar as coisas que estão no texto. Se escreveu um texto sobre a Bruna Lombardi, coloque a tag “bruna lombardi”. O resto vai depender do contexto, sempre.

Todos os direitos reservados. © 2022
Criado com Hugo
Tema Stack desenvolvido por Jimmy